Greve

Greve no Metrô: Metroviários decidem nesta terça sobre paralisação

Se você acha que as greves no transporte público acabaram, aqui uma nova notícia: As 4 linhas operadas pela companhia do Metrô podem ter greve. Os metroviários realizaram uma assembleia no dia 27 de maio (terça-feira) para discutir sobre a possível paralisação.

A greve foi marcada para o dia 5 de junho, mas não está descartada a hipótese de deflagração antes ou depois dessa data, até mesmo na semana seguinte, a da abertura da Copa do Mundo.

Os trabalhadores querem um reajuste de 35,47% nos salários, alem de um novo plano de carreira e outros benefícios: “Se não houver proposta concreta de reajuste, podemos votar paralisação de 24 horas, greve por tempo indeterminado ou manifestações surpresa” disse Altino Prazeres Junior, presidente do sindicato da categoria.

Algumas funções já foram suspensas na semana que passou, e seguem sem os serviços nesta semana, como as Operações Plataforma, Embarque Melhor e Embarque Preferencial em todas as estações (no pico e no vale). De acordo ainda com o sindicato, a categoria discute uma possível abertura de catracas como forma de protesto. Foi formado um Comitê para discutir a medida.

Caso o sindicato escolha pela greve, as linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 5-Lilás, que transportam em média 4,5 milhões de pessoas todos os dias serão paralisadas. Lembramos que a Linha 4-Amarela não entra na greve, já que é operada por uma empresa privada.
8060628D0845455CAE2FF036341C6B60

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios