Imagem de Fernando Giolo
Monotrilho

Governo quer multar Bombardier por atraso no Monotrilho

As vésperas da entrega da Linha 15-Prata, o Governo do Estado de São Paulo por meio da Secretária de Transportes Metropolitanos ameaça multar a empresa canadense Bombardier, que esta produzindo o lote de 54 trens. De acordo com o Secretário de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, as 4 composições que já chegaram ao pátio Oratório foram entregues com atraso:

“É preciso que essas empresas mundiais saibam que aqui o volume de implantação não é tribal. Não estamos tratando de coisa pequena. Venha para cá com o espírito que está lidando com coisas imensas, sérias e cumpra seus prazos”, disse Jurandir.

A Bombardier por sua vez alegou que seu trabalho também depende da mão de obra terceirizada: “Ambos os projetos, são complexos e envolvem outras companhias além da Bombardier. A Bombardier faz o máximo para respeitar o cronograma de fornecimento dos escopos pelos quais é responsável. Ambos os projetos, porém, envolvem uma série de interfaces que estão fora do controle da Bombardier. A Bombardier lamenta muito qualquer atraso nos projetos para os quais contribui, independente da causa”, finalizou em um comunicado oficial.

A linha 15-Prata correrá por meio de um monotrilho, e vai ligar a estação Ipiranga da CPTM até o Hospital Cidade Tiradentes, sendo que o trecho entre a Vila Prudente e Oratório está prometido para o mês que vem. Será esta notícia um presságio para um possível adiamento?

Com as informações de Band

Imagem de Fernando Giolo
Imagem de Fernando Giolo

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios