SPTrans

Haddad mantem promessa dos novos corredores mesmo sem poder aumentar IPTU

haddadA discussão sobre a permanência dos táxis nos corredores exclusivos de ônibus em São Paulo ainda não teve um desfecho. No entanto, o próprio prefeito da capital, Fernando Haddad afirmou que é contra a medida: “Na minha opinião, corredor de ônibus deveria ser só para ônibus, no caso à esquerda. Nas faixas tenho minhas dúvidas. Mas corredor deveria ser apenas para ônibus. Algumas cidades admitem táxis nas faixas, como Paris, outras não, como Nova Iorque. Mas em nenhuma delas os táxis andam nos corredores” – disse em entrevista à rádio CBN nesta quarta-feira (22).

Já sobre as faixas exclusivas, o prefeito disse que a cidade conta com 303,6 km, e que a velocidade do transporte coletivo aumentou em 46% na cidade. Haddad relata também que as reclamações em relação aos transportes públicos em 2013 caíram 35%. Claro que existem muitas reclamações em relação ao transporte público. Ao responder a pergunta de um ouvinte se ele teria coragem de pegar um ônibus nos bairros de Cidade Tiradentes, ou Jardim Ângela, ambos nos extremos da cidade, nos horários de pico, Haddad mais uma vez exaltou as faixas de ônibus e citou o exemplo da Radial Leste: “Outro dia vim de Itaquera de ônibus. Pela Radial Leste, agora em 46 minutos você chega ao parque Dom Pedro (Centro). Antes era bem mais” – disse Haddad. “Muitos reclamam de faixa de ônibus, mas em várias cidades do mundo hoje as faixas estão presentes e com excelentes resultados”.

IPTU VS Novos corredores

O Petista revelou estar preocupado com o caixa da prefeitura, já que o reajuste do IPTU foi barrado pela justiça: “Os custos aumentaram na cidade, nos serviços públicos, os salários dos motoristas, dos cobradores subiram … as coisas subiram acima da inflação” – disse ao se referir que o reajuste do IPTU pelo índice inflacionário não é suficiente.

Haddad diz que no caso dos corredores de ônibus, o aumento do IPTU abaixo do que espera a prefeitura vai comprometer as desapropriações para os espaços exclusivos. O prefeito afirma que 50 km de corredores foram licitados, 37 km já tem obras iniciadas e 120 km estão sob verificação do Tribunal de Contas do Município. Apesar da redução na arrecadação, o prefeito pretende cumprir a meta de construção de corredores.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios