Ciclista

Em SP, estacionamentos terão que ter vagas para bicicletas

Andar de bicicleta em São Paulo já é um problema. Encontrar local para estacionar é outra briga. Mas, os ciclistas podem ficar um pouco mais tranquilos. Tudo por que uma nova lei aprovada pela Câmara, sancionada na quinta-feira (06) pelo prefeito Gilberto Kassab (PSD), determina que os estacionamentos da capital paulista terão de reservar pelo menos 5% das vagas existentes para bicicletas.

Outros detalhes sobre fiscalização – e cobrança ou não de multa – só devem ser divulgados após a regulamentação da lei, daqui a 60 dias, já na gestão do novo prefeito, Fernando Haddad (PT).

A lei abrange qualquer estacionamento: de condomínios, supermercados, shoppings e garagens particulares. A determinação revê trechos do Código de Obras do Município, conjunto de regras criado em 1992 e que já estabelece, por exemplo, a reserva de vagas para deficientes.

De acordo com o autor do projeto, vereador Marco Aurélio Cunha (DEM), a lei vai valer também para edificações antigas, que terão de ser adaptadas. “Se não valesse, não teria sentido. Demoraria cem anos para a cidade se adaptar.” O vereador explica que as paradas de bicicletas não poderão ser estacionamentos verticais – feitos com ganchos: terão de ser locais permanentes, com chão demarcado. “Senão, criariam uns guarda-chuvas de bicicletas.”

Por Renato Lobo, com as informações de “O Estado de São Paulo

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios