SPTrans

Motoristas de ônibus podem parar em São Paulo

O Sindicato dos Motoristas e Cobradores de São Paulo ameaça fazer uma paralisação das 3h às 6h da madrugada desta terça-feira (31) em todas as garagens de ônibus da capital paulista. Segundo o sindicato, o ato é para protestar contra as multas aplicadas pela Prefeitura de São Paulo nas empresas de ônibus por falta de qualidade de serviço e que depois são descontadas dos salários dos trabalhadores.

Segundo o sindicato, a decisão pela paralisação foi tomada após uma reunião entre sindicalistas e representantes da Prefeitura na tarde desta segunda-feira. Os sindicalistas queriam que os motoristas fossem punidos apenas com multas previstas no Código de Trânsito Brasileiro e não com as sanções do Resam (Regulamento de Sanções e Multas). As negociações não avançaram. Segundo o sindicato, a Prefeitura aplica cerca de 400 multas diárias nas empresas de ônibus.

Em nota, a SPTrans informou que repudia qualquer manifestação que prejudique os 6,1 milhões de usuários do sistema municipal de transporte. O órgão afirmou que irá adotar medidas para contornar o transtorno, caso a paralisação realmente aconteça. Segundo a SPTrans, as multas são aplicadas “unicamente nas empresas, por descumprirem regras contratuais do bom serviço que devem prestar à população, multas estas que não incidem em desfavor dos motoristas, que possuem uma relação de trabalho com as empresas e não com o poder público”.

Com as informações de Agência Estado

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios