Metrô SP

Metrô começa a implantar novo sistema de recarga de bilhete, para redução das monstruosas filas

Cansado das grande filas e lentidão da recarga do bilhete único? A partir das 5h30 do próximo dia 23 (terça-feira), o metrô quer ampliar a oferta de postos de recarga. Ao todo, nas 62 estações do sistema metroviário, haverá aumento de pontos de 70 para 80, das máquinas de atendimento automático (de 23 para 182) e dos equipamentos de recarga automática de vale transporte (VT) e consulta de saldos (de 254 para 353), segundo a companhia.


O Metrô diz que com a mudança, o número de empresas responsáveis por esses serviços passa de um para quatro. Isso permitirá a ampliação dos canais de acesso para carga e recarga dos bilhetes, garantindo a melhoria da qualidade do serviço e, consequentemente, a redução de filas.


Já no início da transição, a partir de terça-feira (23), 25 estações terão novas cabines de atendimento assistido, que realizam carga e recarga do BU. São elas: Ana Rosa, Vila Mariana, Santa Cruz, Praça da Árvore, Saúde, São Judas, Tucuruvi, Parada Inglesa, Jardim São Paulo, Santana, Brigadeiro, Paraíso, Santos-Imigrantes, Alto do Ipiranga, Corinthians-Itaquera, Artur Alvim, Patriarca, Guilhermina-Esperança, Vila Matilde, Penha, Palmeiras-Barra Funda, Marechal Deodoro, Santa Cecília, República e Pedro II.


A empresa estima que para meados de setembro a instalação de novas cabines assistidas em mais 15 estações: Anhangabaú, Bresser-Mooca, Belém, Tatuapé, Carrão, Vila Madalena, Sumaré, Clínicas, Consolação, Trianon-Masp, Chácara Klabin, Butantã, Faria Lima, Pinheiros e Paulista. As demais estações têm instalação prevista a partir da segunda quinzena de setembro.


Mais atenção. Como nada é perfeito,  a empresa alerta que no início da transição, algumas estações do Metrô contarão apenas com máquinas de atendimento automático, onde é possível fazer somente a recarga do Bilhete Único. Essa recarga pode ser feita com cédulas ou cartão de débito. Haverá monitores para orientar os usuários na utilização desses equipamentos.


Nesse período, os usuários do sistema também terão a facilidade de recarregar seus cartões em endereços próximos às estações (esses locais serão informados em cartazes nas estações).


Esperamos que este novo sistema não saia tanto do ar, como o antigo.



Renato Lobo é Técnico em Transporte Sobre Pneus e Transito Urbano.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios