Márcio França diz que pagará táxi quando houver falha da CPTM

O governador de São Paulo, Márcio França, disse nesta segunda, 25, em entrevista a Rede Vida, que  a CPTM deverá pagar uma corrida de táxi ao usuário que for prejudicado por alguma paralisação em suas linhas.

“Nós vamos estabelecer o seguinte, se o trem parou, você vai no guichê do trem da CPTM e vai pegar o valor para você ir de táxi. Azar da CPTM, porque a pessoa contratou o serviço”, disse França.

O governador entende que assim a estatal priorizará a redução do número de falhas.

Em resposta a Folha de São Paulo, a CPTM disse que a Secretaria dos Transportes Metropolitanos elabora um projeto de lei sobre o tema.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

16 Comentários deste post

  1. O MESMO DEVERIA ACONTECER NO METRÔ… OS DIREITOS SÃO IGUAIS

    Santos /
  2. Isso é idiotice. Existem problemas na CPTM, mas não vai ser tirando recursos da CPTM para idéias eleitoreiras que eles serão resolvidos.

    E quem acha isso bom, saiba que a empresa tem controle do estado, assim cada prejuízo que ela vir a sofrer (principalmente por idéias eleitoreiras), virá do bolso da população.

    Ivo /
  3. Idéia de quem nunca produziu um prego na vida.Em ano de eleição essas aberrações .

    Felix /
  4. Jamais ouvi tanta besteira para melhorar um sistema de transporte público….

    Brunno /
  5. Que idiota. Pura promessa eleitoreira.

    E no mais isso geraria um caos, não teria taxis suficientes pra tanta gente, geraria um transito ainda mais infernal na cidade, além de idiota é BURRO!

    Felipe /
  6. Vocês estão interpretando de maneira literal as palavras do França. Foi apenas uma indireta de que a CPTM pode fazer melhor com os recursos que tem.

    Alex /
    • Indireta nada, estratégia tosca para ganhar votos. E mais estamos em ano eleitoral, acho que não é o momento para piadinha e gracinhas como essa, caso de fato for uma tal “indireta”

  7. pegue uma estação com alinha paralisada, com 2000 ou 3000 pessoas e distribua dinheiro para taxi, digamos que cada corridinha hoje é de R$ 20,00, geraria um caos que nem a PM resolveria. O cara é louco, deve ter falado no calor da pressão. Então coloque gente mais competente nas empresas.

    antonio carlos /
  8. Márcio França: sou obrigado a votar em ti, para que o verme do dória, jamais ponha os pés no palácio dos Bandeirantes.Mas, vai devagar com as coisas e os modos. Alias, cade as estações da linha 5 lilás? Esqueceram delas?

    Joel /
  9. Ridículo isso.

Deixe uma resposta