Consórcio Intermunicipal do ABC vai formalizar a proposta de BRT ao invés de monotrilho

Parece que o sonho de uma linha de monotrilho na região do ABC deve ser enterrada de vez. Isso se depender da vontade do prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando, na condição de presidente do Consórcio Intermunicipal do ABC, que reúne os sete prefeitos das cidades da região.  A linha 18 – bronze, que deve ligar a estação Tamanduateí ao ABC, está a espera do início das obras desde 2014 quando o Governo do Estado assinou contrato de PPP com  o consórcio “Vem ABC”. Desde então, a parte que é da gestão estadual, que são as desapropriações, não avança por falta de verba.

 

Diante de tantos transtornos, a proposta agora é levar a gestão Alkcmin a troca do monotrilho por BRT. De acordo com Orlando, estudos comprovam que um BRT no trecho poderia ser quase dez vezes mais barato, com a mesma capacidade de transportes e tempo de percurso apenas sete minutos maior.

“ O prazo [do contrato do monotrilho] foi aditado por mais 180 dias, é o terceiro aditamento, e nós percebemos que mediante a crise econômica, tá muito distante [a concretização da obra] e a sociedade clama por um novo modal. Não dá para a gente continuar só simplesmente justificando que por fatores financeiros a obra não vai ser iniciada. A gente [Consórcio] está oferecendo então por autorização e deliberação que o governo do Estado submeta uma nova proposta, dentre elas poderia ser um BRT, ‘aonde’ o tempo de viagem origem-destino aumentaria alguma coisa em torno de sete minutos, o corredor seria o mesmo que hoje seria a linha, então sairia por São Bernardo do Campo, ingressando pela Aldino Pinotti, passando pela Lauro Gomes, Guido Aliberti e Presidente Wilson, que seriam as três cidades [do ABC] mais a capital, ‘aonde’ tem um trecho de 1,5 km. Nós estamos já no dia de amanhã [quarta, 07 de junho] mandando este comunicado, buscando uma solução e ao mesmo tempo oferecendo uma alternativa” – disse Orlando Morando

 

Fonte: Diário do Transporte


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.