Alckmin lança edital para concessão das linhas 5 e 17

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin anunciou em evento, nesta quinta-feira, 30, o edital para a concessão das linhas 5 – lilás e 17 – ouro, do Metrô.

A concorrência será internacional e os interessados tem 90 dias para enviar as propostas conjuntas das 2 linhas. O leilão será realizado no dia 4 de julho, com contrato estimado de R$ 10,8 bilhões. O valor corresponde à soma das receitas com tarifas e exploração comercial das estações das duas linhas.

A contrapartida de investimento na linha do parceiro privado será de R$ 88 milhões, que serão aplicados em melhorias de infraestrutura. A vencedora do leilão também terá que pagar valor de outorga mínima à vista de R$ 189,6 milhões.

“É uma concessão importante, está já lançado o edital. Em seguida, até o meio do ano, teremos o edital de concessão da linha 15, que vai de Oratorio a São Mateus. E, depois, estamos preparando editais das parcerias público privadas das linhas 8 e 9, para o segundo semestre”, afirmou o governador.


Autor: Caio Lobo

Ler todos os posts

Paulistano e Corinthiano, formado em Marketing porém dedicou sua experiência profissional, pós-graduação e MBA na área de Finanças. Temas relacionados à mobilidade urbana o fascinam, principalmente quando se fala de metrô.

7 Comentários deste post

  1. De acordo com o edital da concessão da Linha 5 Lilas do Metro e não vi nada falando sobre o Metro JARDIM ANGELA, pelo que eu entendi não haverá mais metro no Jardim Angela.

    Rafael Almeida / Responder
  2. Também foi anunciado a conclusão das obras da Linha 9 Esmeralda até Varginha.

    Felix / Responder
  3. Faz tudo,deixa prontinho pra depois operar,ops, só que não, pra depois entregar de mão beijada a iniciativa privada, palhaçada isso.

    Felipe / Responder
  4. Licita, as empresas vencem essa licitação, depois abandonam dizendo que não tem dinheiro para a conclusão.

    Juarez Costa / Responder
  5. Um dos motivos das plataformas da linha 5 terem portas, claro não e uma linha 3 sucateada.

    Rodrigo Santos / Responder
  6. Tem que fazer isso mesmo. se não consegue administrar de forma eficiente passa pra quem sabe.

    Leonardo Gleison / Responder
  7. Isso aí, é uma resposta para o sindicato dos metroviários que vivem fazendo greve colocando a faca na garganta do estado. Bem feito, repito as sábias palavras dos colegas acima, Privatiza tudo já.

    Jurandir / Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

*