Ônibus

Londres paralisa frota de 90 ônibus elétricos após incêndio em veículos

A Transport for London – TfL, órgão do governo local responsável pelo sistema de transporte na Grande Londres, na Inglaterra, recolheu 90 ônibus elétricos depois que um incêndio envolveu um deles no domingo.

A medida cautelar foi tomada enquanto a empresa investiga as causas da ocorrência, que aconteceu em um pátio administrado pela Metroline. Seis ônibus foram danificados. A interrupção prejudicou cerca de cinco rotas.

Como precaução, a Switch Mobility pediu a todos os operadores que usam seus ônibus elétricos de dois andares para retirá-los temporariamente do serviço enquanto conduz uma investigação e verificações de segurança. Temos arranjos para minimizar qualquer interrupção nas rotas em que esses ônibus operam. Pedimos desculpas a todos os clientes que estão enfrentando interrupções no serviço de ônibus”, disse um porta-voz da TfL.

Londres conta com a maior frota de ônibus elétricos da Europa Ocidental, com cerca de 800 e-buses em operação, e estabeleceu o objetivo de comprar apenas veículos com zero emissões a partir de 2021.

Em abril, Paris também retirou 149 ônibus elétricos após incidentes envolvendo incêndios em veículos.

No final de setembro de 2021, um grande incêndio em uma garagem da Stuttgarter Straßenbahnen (SBB) na Alemanha destruiu 25 ônibus. Uma primeira investigação apontou que o incêndio pode ter sido causado por um ônibus elétrico durante o procedimento de carregamento.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios