Metrô Rio

Cresce o pagamento por aproximação no MetrôRio

O pagamento por aproximação no MetrôRio completou três anos de implantação, sendo a modalidade NFC (Near Field Communication). De acordo com a empresa, nos primeiros três meses de 2022 o uso de pagamento no sistema metroviário da cidade cresceu seis vezes em relação ao mesmo período do ano passado.

A solução vem batendo recordes e, nos últimos três anos, contabilizou mais de 5,8 milhões de transações realizadas no sistema entre as 41 estações e linhas de ônibus do Metrô na Superfície (MNS).

A maior parte das operações por aproximação (82%) foi feita por meio de cartões de crédito e débito da Visa, Elo e Mastercard, sendo as duas primeiras bandeiras aceitas também nos validadores dos ônibus na superfície, além das catracas nas estações. Já os pagamentos realizados por outros dispositivos habilitados, como celulares, relógios e pulseiras, foram responsáveis pelos outros 18% do total.

A estação com maior número de utilizações do serviço é a Jardim Oceânico, com 7,4% dos embarques, seguida de Botafogo (7,2%), e Carioca (7,1%).

O sistema funciona ainda para quem usa as carteiras digitais Apple Pay, Samsung Pay e Google Pay no celular. A cobrança da tarifa é debitada diretamente na fatura ou na conta corrente, sem custo adicional ou taxas.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios