Foto: Renato Lobo | Via Trolebus
Mobilidade Urbana

Projeto de motofaixa em São Paulo contraria estudo da própria CET

A prefeitura de São Paulo anunciou a volta das motofaixas, um projeto piloto que deve ser iniciado na Avenida 23 de Maio. A chamada “Faixa Azul” terá um espaço maior do que o corredor atual entre os carros. O objetivo, segundo a prefeitura, é reduzir sinistros de trânsito.

Mas um outro estudo da própria CET datado do ano de 2014 mostrou que “não foram alcançados os patamares mínimos de segurança na circulação dos motociclistas e dos demais usuários das vias onde foram implantadas as faixas exclusivas de motocicletas e, ao contrário do esperado, tais vias apresentaram elevação dos números de acidentes, mesmo quando o resto da cidade começava a inverter sua curva de acidentalidade, com reduções tanto
do número de ocorrências, quanto de vítimas geradas.”

O documento intitulado “Resultados da Experiência de Implantação para a Segurança Viária em São Paulo” está disponível no site da CET.

O projeto já foi implantado na Avenida Noé de Azevedo com a Lins de Vasconcelos, seguindo pela Rua Vergueiro até chegar à Praça da Sé, Esteve em vigor entre 2010 e 2014, mas não era respeitada. Outra motofaixa esteve vigente da Avenida Sumaré, na Zona Oeste, em 2006, e foi desativada em 2013.

Já o projeto anunciado, diferentemente das motofaixas instaladas anteriormente, em que as motos ficavam à esquerda, desta vez elas circularão no corredor entre os carros.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios