Metrô

Metrô de Montreal aponta defeitos em trens autônomos fornecidos pela Alstom

A operadora Metropolitan Electric Network (REM) de Montreal apontou que os novos trens do Metrô construídos pela Alstom apresentaram falhas e defeitos. A linha será automatizada e sua inauguração planejada no próximo ano.

De acordo com o site Rail Journal, uma carta enviada por Jean-Marc Arbaud, presidente da CDPQ Infra, uma investidora institucional que administra vários planos de previdência públicos e programas de seguro em Quebec, disse que foram encontrados defeitos nos primeiros trens durante as inspeções.

Os defeitos incluem fiação danificada e exposta e problemas com soldagem e portas de acesso mal instaladas. Os trens estão sendo fabricados na fábrica do SriCity na Índia e cerca de 30% da frota já foi entregue.

O consórcio Groupe PPM, na qual a Alstom pertence, obteve o contrato de € 1,8 bilhões de material rodante, sistemas, operação e manutenção em fevereiro de 2018, que incluiu o fornecimento de 212 carros do modelo Metropolis. O primeiro trem foi revelado em novembro de 2020, antes de começar os testes.

Já a Alstom, por meio de seu porta-voz, Samuel Miller, disse ao site que, desde que a carta foi recebida, um plano de remediação detalhado foi colocado em prática para resolver as deficiências identificadas. Ele acrescentou que os problemas relatados na carta do CDPQ “não colocam de forma alguma em questão a entrada em serviço do REM”.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios