Rodovia

Pagamento por aproximação em Ecopistas e Ecovias

A concessionária EcoRodovias em São Paulo fez uma parceria com a Visa, e juntas anunciam o pagamento por aproximação no Sistema Anchieta-Imigrantes (SAI), administrado pela Eco-Via e também no Corredor Ayrton Senna Carvalho Pinto, operado pela Ecopista. A mudança tem como objetivo levar mais inovação e melhorar a experiência dos motoristas em viagens.

Agora, o pagamento por aproximação traz mais segurança, rapidez e melhora muito o atendimento aos milhares de usuários que passam pelas concessionárias, sejam de carros, veículo de carga ou motocicleta. A nova forma de pagamento já estava liberado por meio de um projeto piloto, que teve inicio em março de 2020. A fase de teste foi autorizada pela Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), e agora totalmente aprovado com a adoção do Virtualization Secure Acess Module, vai além e proporciona uma melhor performance à concessionária e um sistema customizado para os sistemas de transporte.

Depois de 6 meses de atividade, foi contabilizado um aumento de 13% dos usuários que preferem o pagamento por aproximação no SAI, equivalente a 14% nos últimos 6 meses. No primeiro mês, apenas 1,23% usava o meio de pagamento. Já no Corredor Ayrton Senna, houve um aumento de 14% nos últimos 6 meses de implementação da nova forma de pagamento.

Vale ressaltar a importância desse sistema enquanto estamos vivendo uma pandemia, afinal, não necessita de contato físico entre o operador da cabine e o motorista, diminuindo o risco de transmissão do vírus.

“A questão da mobilidade ganhou novas preocupações desde o início da pandemia, com prioridade à segurança e à saúde de quem precisa se locomover”, afirma o diretor de Concessões Rodoviárias da EcoRodovias, Rui Klein. “Dentre os inúmeros benefícios do pagamento por aproximação, está a redução de circulação de dinheiro em espécie nas cabines, maior agilidade nas transações para pagamento e contribuindo com o aumento da fluidez no trânsito”, completa.

 

Sobre o autor do post

Carla Rodrigues

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios