Foto: STM
Monotrilho

Metrô pede licença ambiental para operação do monotrilho até o Jardim Colonial

O Metrô de São Paulo requereu à Secretaria Municipal do Verde e Meio Ambiente de São Paulo a Licença Ambiental de Operação – LAO para operação do trecho do monotrilho da Linha 15-Prata entre as estações São Mateus e Jardim Colonial. O comunicado consta no Diário Oficial desta sexta-feira, 09 de julho de 2021.

Em entrevista a sites especializados sobre mobilidade em maio, com a participação do Via Trolebus, o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, informou que a entrega da estação Jardim Colonial, do monotrilho da Linha 15-Prata, poderá ser entregue na primeiro quinzena do mês de setembro.

Em setembro deve ser iniciada a operação assistida da estação, com operação em horários restritos, para testes dos sistemas, como de praxe nas entregas anteriores de estações.

O Governo iniciou as obras em 2019, e a parada será a 11ª do monotrilho que liga a Vila Prudente em direção ao extremo leste da capital paulista. A nova estação deve dar acesso a rede metroferroviária à 400 mil passageiros, que devem ser beneficiados pela extensão.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios