Foto: STM
Metrô SP

Obras da Linha 6-Laranja do Metrô chegam a 2500 trabalhadores e terá 35 frentes

As obras da Linha 6-Laranja do Metrô, anunciadas na década retrasada, ganhou um novo grupo de trabalhadores. No final do mês de maio eram 1.800 trabalhadores que atuavam nas construções do eixo metroviário que deve ligar as estações Brasilândia e São Joaquim.

Já neste mês de junho, o volume de pessoas envolvidas no projeto foi para 2.500, de acordo com o Secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy. Há expectativa é que esse número chegue até a 9.000 no final deste ano.

Pretendemos ainda esse ano aumentar em 35 frentes de trabalhos ativos para empregar mais 4 mil pessoas nas obras”, disse o titular da pasta na postagem:

De ponta a ponta em 23 minutos

O ramal terá 15,3 km de extensão, ligando a Brasilândia a São Joaquim. O projeto inclui 15 novas estações e contará com integração para outras quatro linhas, do Metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). O trajeto, que atualmente possui tempo médio de 1h30 e só pode ser feito por meio de ônibus no transporte público, passará a ser percorrido em apenas 23 minutos quando todo o trecho estiver em operação. “Com a redução de mais de uma hora no deslocamento de uma ponta a outra da linha, milhares de pessoas terão mais tempo para passar com a família, com os amigos, para se divertir e estudar, por exemplo. É um impacto importante na qualidade de vida dos passageiros”, disse o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios