Trólebus

Chega ao fim operação de trólebus com reboque

Chegou ao fim a operação de trólebus com reboque. Entre as operadoras de ônibus elétricos, algumas cidades suíças mantiveram o modo de transporte em suas frotas depois da década de 1980. A TL Transports publics de la région lausannoise SA em Lausanne, tinha mais de 50 reboques ainda em serviço. Nos últimos anos, entretanto, eles foram gradualmente substituídos por trólebus articulados ou biarticulados.

A operação dos últimos reboques de passageiros atrás de trólebus chegou ao fim, 70 anos após este modo de operação ter sido introduzido na cidade. O fim se deu em 4 de maio de 2021, quando dois conjuntos acoplados operaram na linha 7 pela última vez.

A TL usou apenas reboques de piso baixo desde 2013 e a frota consistia em um total de 31 desses veículos de piso baixo adquiridos entre 1987 e 2007 (numerados 981, 901-930). No início de 2021, um total de 12 trólebus + conjuntos de reboque ainda estavam em serviço: Trailers 907, 912 (construído em 1990) e 921-930 (construído em 2006-7) juntamente com trólebus NAW / Hess de piso alto 754, 766, 772, 774-780, 782, 789 e 791 (construído em 1987-89). A entrega contínua de trólebus Hess articulados e biarticulados LighTram19 e LighTram25 encerrou a operação de reboques.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios