Recordar é viver

Há 9 anos, dois trens do Metrô se chocavam na Zona Leste de SP deixando 33 feridos

No próximo dia 16 de maio vai completar nove anos que dois trens se chocaram na Linha 3-Vermelha do Metrô, entre as estações Penha e Carrão. Foi o pior acidente registrado na malha no ponto de vista de feridos. A ocorrência deixou pelo menos 33 passageiros com ferimentos leves e graves.

A colisão ocorreu por volta 9h50 desta quarta-feira, 16 de maio de 2012, e o resgate foi encerrado por volta das 11h30. Duas pessoas ficaram em estado grave com hemorragias e suspeita de traumatismo craniano.

De acordo com o secretário-geral do Sindicato dos Metroviários na época, Paulo Pasin, houve um choque entre duas composições devido a uma falha no sistema de automação do Metrô. O sindicalista, que estava em reunião com dirigentes do Metrô para discussão de propostas salariais na hora do acidente, diz ter recebido informações de que o sistema automático que faz um trem parar quando outro está à frente não funcionou. Os trens envolvidos foi o H56 e um da frota C, que acabou sendo enviado para a reforma antes do previsto.

Não foi a única vez que duas composições se chocaram. Em 2019, dos trens do monotrilho se chocaram na estação Jardim Planalto, que na época não estava operacional. Um operador ficou ferido. Em 2012, outros dois trens se chocaram no pátio Jabaquara, sendo uma composição da frota A e outro da frota I.

Em 2009, dois trens bateram na madrugada quando circulavam entre as estações Ana Rosa e Vila Mariana da linha 1-azul. O acidente, que envolveu um trem da frota A e outro da frota G ocorreu após o fim da operação comercial, quando as composições circulavam sem passageiros, mas provocou danos nos trens e ferimentos em pelo menos um dos operadores.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios