Foto: Renato Lobo - Via Trolebus
CPTM Greve

Funcionários da CPTM prometem greve para a quinta-feira (13)

O Sindicato da Sorocabana, em conjunto com os Sindicatos de São Paulo e dos Engenheiros, que representam os ferroviários da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM, informaram por meio de uma nota que mantêm a possibilidade de greve por conta do não pagamento do Programa de Participação nos Resultados (PPR) 2020.

No dia 12 de maio, acontecerá reunião de conciliação com posicionamento da empresa sobre o acordo proposto pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). Caso a operadora não aceite a proposta, os sindicatos alertam para a manutenção da greve marcada para o dia 13 de maio.

A greve estava marcada para o dia 27 de abril. No entanto, na Audiência de conciliação do TRT – Tribunal Regional do Trabalho, houve intervenção do MPT a fim de promover acordo entre as partes, mas seguimos em estado de greve e aguardamos a manifestação da empresa em relação a acatar ou não a proposta do MPT. Caso a CPTM insista em não pagar o PPR esse ano, vamos parar na quinta-feira, dia 13”, afirma o presidente interino do Sindicato da Sorocabana, José Claudinei Messias.

Segundo o comunicado, a categoria reivindica o pagamento do PPR 2020. A primeira parcela deveria ter sido paga no dia 31 de março e a segunda tem vencimento em 30 de junho. “Mesmo com previsão orçamentária aprovada e prevendo o pagamento do PPR, a CPTM não cumpriu o acordo e propôs fazer o pagamento do benefício apenas em janeiro de 2022, o que não foi aceito pelos ferroviários”, diz trecho da nota.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios