Trens Regionais

Alstom e CAF apresentam propostas para o Trem Maia no México

A Consortia, liderada pela Alstom e a CAF apresentou propostas de pouco menos de US $ 2 bilhões estipuladas pela mexicana Fonatur, a autoridade estadual Mexicana, para o contrato de material rodante para o projeto do Trem Maia, com 1452 km de extensão na península de Yucatán.

A frota será mista podendo chegar até 42 composições elétricos e diesel-elétricos, bem como sistemas de sinalização, proteção de trens, telecomunicações e rádio e centros de controle do projeto . O licitante vencedor também deverá projetar, construir e equipar pátios de manutenção, bem como manter a frota. A oferta da Alstom é de 36,6 bilhões de pesos (US $ 1,84 bilhão), enquanto a CAF ofereceu 37,5 bilhões.

Os trens serão operados nas cinco primeiras seções da linha de Palenque via SF Campeche, Izamal e Cancún até Tulum. Há também a opção de comprar 27 conjuntos adicionais para as duas seções restantes do Trem Maia, que são novas seções construídas entre Tulum, Bacalar e Escárcega. A rede será eletrificada em um trecho de 690 km entre Mérida na seção três e Chetumal na seção seis.

O resultado da licitação está previsto para ser anunciado em 26 de maio. Tanto a CAF quanto a Alstom possuem fábricas no centro do México, onde podem construir o material rodante.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios