CPTM

Futura estação João Dias da CPTM tem 55% de obra concluída

Em junho de 2020 era iniciada as obras da futura estação João Dias, na Linha 9-Esmeralda da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM, e passados cerca de 10 meses, as construções chegaram a marca de 55% de conclusão. A informação foi postada pelo presidente da operadora, Pedro Moro, em suas redes sociais.

Os trabalhos estão a cargo da iniciativa privada, e com a supervisão da companhia de trens. No ano de 2018, a construtora Brookfield Brasil ergueu um conjunto de edifícios empresariais denominado 17007 Nações, com capacidade para 10 mil pessoas, às margens da Linha 9 e da Marginal Pinheiros. Sendo considerado um polo gerador de tráfego, a empresa propôs a construção da parada. Uma parte da área do terreno do empreendimento foi deixado para a construção do mezanino da futura estação. As obras são gerenciadas pela empresa Brookfield, e a construção está a cargo da Construtora Telar.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

Prazos

Em sua postagem nas redes sociais, Moro é um pouco mais conservador em relação aos prazos, informando que o ponto de embarque e desembarque deve abrir para os passageiros em 2022.

Mas no final do ano passado uma postagem nas redes sociais da Secretaria dos Transportes Metropolitanos – STM informava que o prazo de entrega poderia ser ainda em 2021.

 

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

    • É óbvio. A Iniciativa Privada, ao contrário dos burocratas corruptos do PSDB, não pode perder tempo ou dinheiro, ou então vai à falência.
      Uma pena que o brasileiro médio ainda não entendeu isso, e acha que um Estado inchado e inapto pode ser a solução para a mobilidade urbana. Afinal, se tal fato fosse verdade, hoje não teríamos esse transporte péssimo e patético.

      • Iniciativa privada escolhe quem vai fazer o trabalho com maior custo beneficio, enquanto políticos preferem alguém que de um gorjeta ou de algo em troca…

        Mas pelo que parece não se contentam em roubar apenas a licitação, tem que ganhar em “relicitações” e contratos emergenciais

Publicidade

Anúncios