Supervia

Furto de cabos afeta operação do ramal Saracuruna da SuperVia

A SuperVia, operadora dos trens metropolitanos cariocas, informou que em função de uma ocorrência de furto de cabos de sinalização nas proximidades da estação Triagem, os trens no trecho entre Gramacho e Central do Brasil, do ramal Saracuruna, circulam com intervalos irregulares.

O comunicado foi emitido por volta das 7 horas da manhã desta terça-feira, 20 de abril de 2021:

SuperVia teve quase 6 km de cabos roubados só em 2021

Diante de diversos casos de furtos de cabos, que acabam afetando diretamente a operação dos trens, a SuperVia emitiu um comunicado que mostra aumento neste tipo de ocorrência.

Segundo a operadora, a quantidade de cabos de sinalização furtados neste primeiro trimestre de 2021 já soma 128 registros, totalizando 5.986 metros de cabos, o equivalente a 96% dos 6.174 metros de cabos furtados em todo o ano de 2020.

A SuperVia lembra que o problema mais grave tem sido registrado no ramal Japeri, onde o crescimento de casos nestes primeiros três meses é de 8 vezes se comparado ao mesmo período do ano passado. Pessoas acabam acessando o sistema indevidamente e invadem a linha férrea para cortar os cabos. O interesse por esse material se deve à sua composição de cobre, que é revendido no mercado ilegal.

De acordo com a empresa, o furto de cabos prejudica todo o planejamento e afeta os intervalos entre os trens porque o comando para o maquinista seguir viagem passa a ser feito por rádio pela equipe de controladores que atuam em nosso Centro de Controle Operacional (CCO) e não mais de forma automática, já que o sistema de sinalização passa a ficar prejudicado.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios