Ônibus

Curitiba bloqueia cartão-transporte para passageiros com Covid-19 por sete dias

Curitiba anunciou que moradores que testaram positivo para covid-19 não poderão usar o cartão-transporte nos ônibus da capital por sete dias, a partir da data confirmação do exame PCR.

De acordo com um comunicado da admiração municipal, o cartão será bloqueado neste período. A nova regra vale para todos os tipos de cartões: usuário, isento, idosos e estudantes.

Segundo a prefeitura, o objetivo é evitar que as pessoas diagnosticadas com covid-19 furem o isolamento social, colocando em risco a sua saúde e de outros usuários dos ônibus.

A ação passou a valer nesta semana, e será possível porque a Urbanização de Curitiba (Urbs) e a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) passam a compartilhar dados.

“Assim que a Saúde compartilhar os dados, automaticamente os cartões desses pacientes não podem ser utilizados. É uma medida de precaução importante para evitar a propagação da pandemia”, diz o presidente da Urbs, Ogeny Pedro Maia Neto.

A empresa que gerencia o transporte vai cruzar dados do CPF dos diagnosticados com covid-19 com os dos usuários do cartão-transporte. O período de bloqueio do cartão no transporte coletivo começa a valer, para os infectados com a covid-19, a partir da data do exame. Depois do período de sete dias, o usuário poderá fazer o agendamento do desbloqueio no site da Urbs.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios