Trens Urbanos

Equipamento mede temperatura e uso de máscara em estações de trens argentinas

A operada Trenes Argentinos passou a usar uma nova solução tecnológica que atua na prevenção da propagação da COVID-19 em sua malha, verificando a temperatura dos passageiros, bem como garantindo o correto uso de máscaras faciais.

Equipamentos foram instalados inicialmente em 350 catracas, e o sistema de controle de acesso integra a medição da temperatura corporal, o controle da cobertura facial e a validação das reservas de passagens por meio de um código QR para diminuir o risco de infecção entre os passageiros.

Na Argentina apenas trabalhadores de serviços essenciais podem usar os transportes, e a nova solução de controle de acesso está conectada diretamente ao banco de dados de trens argentinos para verificar o código QR necessário para acessar os trens no horário de pico, que é restrito a trabalhadores considerados essenciais.

Assim, o sistema permite confirmar a reserva do bilhete nos horários de pico do tráfego, bem como confirmar se a pessoa é um trabalhador essencial ou não, e negar ou permitir a passagem em consequência.

O equipamento ainda mede a temperatura e, ao mesmo tempo, verifica para o uso correto de uma cobertura facial, utilizando tecnologia que combina o reconhecimento facial.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios