VLT

Consórcio MPE/Temoinsa vai produzir VLTs para Fortaleza

O consórcio MPE/Temoinsa/MOB foi o vencedor de uma concorrência pública para o fornecimento de Veículo Leve Sobre Trilhos – VLT em Fortaleza no valor de R$ 115,96 milhões. A informação foi publicada na edição desta quinta-feira, 11 de fevereiro, do Diário Oficial do Estado.

O trem elétrico deve partir do Centro Dragão do Mar até Theatro José de Alencar, passando por locais históricos de Fortaleza, com quatro paradas: Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Mercado Central, Estação das Artes e Theatro José de Alencar. Serão 2,1 km de extensão e o VLT não terá catenária, e deve contar ou com baterias ou com super capacitores. Os veículos terão capacidade para 230 passageiros.

Ficará a cargo do consórcio vencedor todos os processos de construção do VLT, como o desenvolvimento dos projetos executivos de arquitetura, engenharia e sistemas. O meio de transporte é previsto para operar em maio de 2022.

Além do transporte de passageiros, o meio de transporte é visto como oportunidade de requalificação urbana na região.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios