Trens Regionais

Acordo que deve viabilizar Trem Intercidades SP-Campinas deve sair até setembro

O projeto de Trem Intercidades entre São Paulo e Campinas é uma vitrine do governo João Doria, mas depende ainda de alguns avanços por parte do Governo Federal, e o principal deles é a renovação antecipada com a operada de composições cargueiras, a MRS.

De acordo com uma reportagem publicada na Folha de São Paulo, com o título “Parceria destrava projeto de trem expresso entre Campinas e São Paulo“, há a expectativa de que a aprovação deva ocorrer até setembro. Com a renovação, a empresa terá que realizar melhorias na via férrea, inclusive de aumento no número de vias, o que vai viabilizar a operação do trem de passageiros.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

Segundo o texto, a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) está finalizando o relatório para a renovação da outorga. O documento deve ficar pronto até o fim de fevereiro. Há ainda expectativa é que a diretoria da agência aprove o projeto até meados de março. E então, o relatório entregue ao ministério poderá ser protocolado no TCU (Tribunal de Contas da União) até o início de abril. O TCU deve aprovar o documento até setembro, segundo fontes ouvidas pelo jornal.

Enquanto isso, o governo do estado trabalha para realizar as primeiras audiências públicas até o terceiro trimestre de 2021. Quando sair do papel, a mesma operadora vai manter o Trem Intercidades São Paulo-Campinas, a Linha 7-Rubi e o Trem Intermetropolitano parador, entre Francisco Morato e Campinas.

 

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios