Ônibus

Mercado de ônibus elétricos chineses tem retração de 20% em 2020

A China é hoje o principal fabricante de ônibus elétrico, mas acabou produzindo menos veículos em 2020, na comparação com o ano interior, de acordo com um relatório da Chinabuses.org.

Foram cerca de 61.000 novos e-buses vendidos por fabricantes de ônibus chineses durante 2020. Tanto o mercado total de ônibus quanto o mercado de ônibus elétricos na China caíram 20% em comparação com 2019, de acordo com o relatório.

É o segundo ano consecutivo que mostra uma queda nos volumes de produção dos fabricantes do país asiático: em 2019, foi registrado queda de -11%.

Lideres

A Yutong segue na liderança, e em 2019 vendeu 58.688 ônibus em todo o mundo e registrou uma participação de 37,1% no mercado doméstico, com uma queda de 11% em relação a 2018. Já em 2020, foram quase 16 mil veículos vendidos, correspondendo a 26% do mercado.

A BYD, na segunda posição, teve um aumento significativo em sua participação no mercado em 2020, embora os 15% alcançados inda estejam longe dos 26% detidos pela Yutong. Em terceiro, a CRRC Electric, com 5.500 e-buses entregues.

Confira o ranking:

Ranking marcas Volume de vendas crescimento Cota no mercado
1 Yutong 15,940 -26.59% 26.11%
2 BYD 9,125 44.45% 14.95%
3 CRRC Electric 5,503 -25.7% 9.01%
4 Zhongtong 4,965 -38.91% 8.13%
5 Higer 3,636 10.38% 5.96%
6 Ankai 2,799 18.65% 4.59%
7 King Long 2,753 -16.85% 4.51%
8 Foton 2,663 -27.36% 4.36%
9 Skywell 2,126 -30.64% 3.48%
10 Sunwin 2,116 87.42% 3.47%

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios