Mobilidade Urbana

Estado de SP detalha como será a logística de distribuição a vacina da covid-19

Eduardo Ribeiro, secretário executivo de saúde do estado de São Paulo, em entrevista coletiva nesta segunda-feira, 11 de janeiro de 2021, deu detalhes sobre como será o esquema de logística de distribuição da coronavac, a vacina contra a covid-19 que está sendo fabricada pelo instituto Butantã em parceria com uma empresa chinesa.

De acordo com o titular executivo da pasta, será primeiro distribuídas para as cidades mais populosas com mais de 30 mil habitantes. O Governo do estado já dispões de 10,8 milhões de vacinas e 75 milhões de seringas e agulhas.

Eduardo ainda confirmou que haverá 5.200 postos de vacinação nos 645 cidades, podendo ser ampliado para 10 mil com uso de equipamentos do transporte coletivo, como estações e terminais. O estado ainda estima transportar 2 milhões de doses por semana por meio de 70 caminhões refrigerados.

A vacinação deve iniciar no estado no dia 25 de janeiro, de segunda a sexta, das 8h as 22h, sábados domingos e feriados, das 8h às 18h.

Plano

  • 25 de janeiro a 28 de março
  • 9 semanas de duração
  • 18 milhões de doses
  • Duas aplicações por pessoa, com intervalo de 21 dias entre a primeira e a segunda dose

Cronograma de vacinação

Dose 1
25/01 Profissionais da Saúde, indígenas e quilombolas
08/02 Pessoas com 75 anos ou mais
15/02 Pessoas com 70 a 74 anos
22/02 Pessoas com 65 a 69 anos
01/03 Pessoas com 60 a 64 anos

Dose 2
15/02 Profissionais da Saúde, indígenas e quilombolas
01/03 Pessoas com 75 anos ou mais
08/03 Pessoas com 70 a 74 anos
15/03 Pessoas com 65 a 69 anos
22/03 Pessoas com 60 a 64 anos

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios