CPTM

Vídeo e fotos: Expresso Aeroporto da CPTM de volta com mudanças

A CPTM voltou a operar o Expresso Aeroporto, que liga a Estação Luz, no centro da capital paulista, à Estação Aeroporto Guarulhos, na Linha 13-Jade da CPTM, nesta terça-feira, 1º de dezembro de 2020.

O serviço conta com paradas na estação Guarulhos-Cecap, nos dois sentidos, e na estação Brás, no sentido Luz. A tarifa foi reduzida de R$ 8,80 para 4,40. Os trens saem de hora em hora tanto na estação Luz quanto na estação ao lado do aeroporto. Funciona das 5h à meia noite.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus
Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

“Sabemos da importância do Expresso Aeroporto para os passageiros do maior aeroporto do País e para a população de Guarulhos, e trabalhamos para que o serviço, infelizmente interrompido durante a pandemia, ficasse ainda melhor”, afirmou Alexandre Baldy.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

Além disso, foi entregue nesta terça-feira o quinto trem da série 2500, que opera exclusivamente na Linha 13-Jade. Os outros três trens deverão entrar em operação até o final deste ano.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus
Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

“Quando nós observamos que a demanda cresceu na Linha 13-Jade a partir de agosto, nós retomamos o Expresso Aeroporto, e a CPTM tem observado os números. Somos um operador de transporte público e nesse sentido procuramos fazer isso com a melhor qualidade e melhor eficiência. Além disso, a entrega de um novo trem da série 2500 reforça a nossa preocupação com o bem-estar dos passageiros“, afirma o presidente da CPTM.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Olá Sr. Renato e amigos participantes.
    Até que enfim começou a melhorar para o pessoal de Guarulhos, palavrinhas mágicas essa redução (sic) de tarifa ou seria o preço justo a ser cobrado. Bem de uma forma ou de outra abri-se uma alternativa para quem quer fugir do transito infernal da manhã, e mesmo sendo um expresso ponta a ponta vai colocar os usuários em alternativas muito boas de integração. Bom vamos aguardar os resultados de um transporte que era de qualidade para poucos para um modal pelo menos um pouco mais humano e democrático para todos. Abraços e mantenham sempre os cuidados nessa epidemia.
    Gilberto

  • Vale lembrar que na configuração atual a Linha 13-Jade ao adentrar a estação Brás provindo da Luz no sentido Guarulhos, as composições utilizam as vias e plataformas concomitantes das Linha 11-Coral e Linha 12-Safira, e somente após da chegada na estação engº Goulart elas se bifurcam em “Y”, a partir daí elas se tornam independentes.

    No Rio como nas maiorias dos metrôs e ferrovias mundiais as três linhas de Metrô 1, 2 e 4 possuem este tipo de conexão em “Y”, chamadas de tronco Linha-12 e variante Linha-13 desta forma os usuários se dirigem para seu destino devem observar na chegada, os indicadores de destino sem fazer baldeações nos frontais das composições e nas laterais os letreiros luminosos ao lado das portas que tem esta serventia, de acordo com os gestores da proposta, a não ser que se consideram os usuários analfabetos e não vão conseguir ler vai pegar para o destino errado, na volta até este cuidado é desnecessário.

    Este é mais um dos múltiplos exemplos práticos da importância da padronização e uniformidade da modulação trás para o sistema Metrô Ferroviário tanto para os usuários como para o operador.

    O fato de mencionar a baixíssima demanda de ~15% da Linha 13-Jade, e não será a simples troca de sistemas auxiliares de chegadas que ira alterar radicalmente isto, vale lembrar que existem nas promessas governamentais várias linhas com destino a Guarulhos, e assim como a Linha 2-Verde, que chegará na Penha somente em 2026, os múltiplos projetos de linhas coloridas rumo a esta importante região, mas que hoje só estão no papel, como das linhas 14-Onix, 16-Violeta, 19-Celeste, e 23-Magenta entre outras, suas previsões será para após 2034, desta forma comprovadamente a prioridade desta expansão é a mais fácil, rápida e econômica.

Publicidade

Anúncios