Trens Regionais Trens Urbanos

União deve estudar uso de ferrovias no extremo sul de São Paulo e no litoral sul

Três trechos ferroviários que estavam sob administração da Rumo devem ser devolvidos para a União, com a renovação do contrato da Malha Paulista, segundo uma reportagem da Revista Ferroviária com base em uma afirmação do Ministério da Infraestrutura.

A pasta está estudando junto à ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres soluções para os trechos ferroviários, sendo um deles no extremo sul de São Paulo, outro no litoral sul e o terceiro no interior:

  • Cajati-Samaritá (214,6 km)
  • Nova Odessa-Piracicaba (45,5 km)
  • Varginha-Evangelista de Souza (25,4 km)

O ministério, de acordo com a Revista, não descarta o uso dos trilhos para o transporte de passageiro ou cargas. As soluções serão embasadas tecnicamente. A partir dos estudos, poderemos indicar a possibilidade de utilização dos trechos para transporte de carga ou de passageiros, diz o comunicado destacado pela publicação.

Foto: Jornal Bem-Te-Vi

O trecho entre Cajati e Samaritá era conhecido antigamente como ramal Santos-Juquiá, e corta o litoral sul cruzando as cidades de São Vicente, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém e Peruíbe, seguindo para a região de Registro.

Já o eixo Varginha-Evangelista de Souza parte de onde está sendo erguida a estação Varginha, na Linha 9-Esmeralda da CPTM até a antiga estação Evangelista de Souza, no entroncamento com a ferrovia de cargas Mairinque-Santos, que a partir desse ponto, desce a serra rumo ao litoral.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Com a devolução do trecho Samaritá – Juquiá pela RUMO, o estado poderia comtemplar esse trecho também ao projeto de trens Intercidades uma vez que Samaritá será atendido futuramente pelo VLT de Santos (trecho Barreiros – Samaritá) podendo atuar como um trem regional. Já o trecho de Varginha – Evangelista de Souza pode ser integrado a CPTM para uma futura expansão para Parelheiros (caso haja aumento na demanda) e o último que interliga Nova Odessa a Piracicaba poderia atuar como um VLT a exemplo do VLT de Sobral e de Crato no Ceará.

  • Seria um sonho voltar a linha Julio Prestes-Santos, ou algo próximo disso… Seria possível também criar uma extensão da CPTM para atender a população de Parelheiros e Marsilac.

  • Que vergonha, devolver o trecho Nova Odessa – Piracicaba esse trecho nem trlihos existe mais, predios em toda extencao foram tomados ou ocupados…

  • Existe alguém ou alguma coisa estranha nisso aí ex .a estação marcilac não e no bairro ,( Eng marcilac ) e sim no (15) em marcilac a estação chama-se ( Guarapiranga) kkkkkkkk e tem bobo pra tudo .

Publicidade

Anúncios