Foto: Renato Lobo | Via Trolebus
Monotrilho

Justiça suspende decisão que paralisou licitação de obras da Linha 17-Ouro

O Metrô de São Paulo informou na tarde desta quarta-feira, 16 de setembro, que o Tribunal de Justiça de São Paulo suspendeu a decisão que havia paralisado a licitação para finalização das obras do monotrilho da Linha 17-Ouro.

A justiça havia suspendido o processo após um pedido da Constran, que teve o contrato anulado sem antes a questão ir para última instância.

Segundo o comunicado, o Metrô poderá retomar a fase de análise das propostas das empresas interessadas na realização do serviço que compreende os trabalhos de acabamento de sete estações, da via e do pátio de manutenção.

Estação Morumbi | Foto: Metrô de SP

A Linha 17-Ouro vai ligar o Aeroporto de Congonhas à estação Morumbi na Linha 9-Esmeralda da CPTM. O trecho prioritário em construção terá 7,7 km de extensão e oito estações – sendo sete que dependem do acabamento de obra e a Morumbi, com o contrato de obras em vigência.

A futura contratada devera finalizar o acabamento do Pátio Água Espraiada e das estações Aeroporto de Congonhas, Jardim Aeroporto, Brooklin Paulista, Vereador José Diniz, Campo Belo, Vila Cordeiro e Chucri Zaidan.

O prazo para finalização dos trabalhos, antes do contratempo na justiça, era para 2022. O presidente do Metrô, que costuma responder os questionamentos dos seguidores nas redes sociais, inclusive com prazos de entrega, no caso da Linha 17 não cita mais a data.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios