TAV

As 10 maiores redes de trens de alta velocidade do mundo

Vinte e sete países do mundo contam com trens de alta velocidade, com composições que podem chegar a mais de 400 km/h. Os continentes da Ásia e Europa concentram as maiores malhas de composições rápidas que transportam passageiros e cargas. Neste material em texto e em vídeo (acima) listamos as 10 maiores de trens de alta velocidade divididas por país. A lista leva em conta serviços com velocidade de 200 km/h ou mais. É baseada em dados da UIC (International Union of Railways:

10 – Coréia do Sul

São ao todo 1,104.5 km de trilhos para trens rápidos, com previsão de mais 425 km em breve. A velocidade máxima para trens em serviço regular é atualmente de 305 km/h, embora a infraestrutura seja projetada para 350 km/h. O material rodante foi baseado no TGV da Alstom e foi parcialmente construído na Coréia.

9 – Turquia

Apesar de contar com 621 km de extensão, sua expansão fará com que o país ultrapasse os 2 mil km de trilhos para serviços rápidos. Há na região o YHT, serviço ferroviário de alta velocidade na Turquia, com dois tipos de modelos de trem operando a velocidades de até 250 km/h ou 300 km/h .

8 – Itália

Com 1,467 km de extensão, a ferrovia de alta velocidade na Itália consiste em duas linhas que conectam a maioria das principais cidades do país. A primeira linha conecta Torino a Salerno via Milão, Bolonha, Florença, Roma e Nápoles. Já a segunda vai de Torino a Veneza via Milão. Os trens são operados a uma velocidade máxima de 300 km/h.

7 – Reino Unido

A ferrovia de alta velocidade no Reino Unido conta com quatro linhas ferroviárias atualizadas operando em velocidades máximas 200 km/h. São ao todo 1,527 km de trilhos.

6 – Suécia

Na Suécia, muitos trens operam a 200 km/h. Os tipos de composições que atualmente atingem essa velocidade incluem os trens inclináveis ​​X2 para longas distâncias, além de trens regionais de dois andares. São ao todo 1,706 km de trilhos para serviços rápidos.

5 – Japão

São ao todo 2,764 km de serviços rápidos de trem. Os trens-bala Shinkansen são a maneira mais rápida e conveniente de descobrir o Japão. A rede Japan Rail (JR) conta com composições que atingem uma velocidade máxima de 320 km/h.

4 – França

A primeira linha ferroviária francesa de alta velocidade foi inaugurada em 1981, entre os subúrbios de Paris e Lyon. Naquela época, era a única linha ferroviária de alta velocidade da Europa. Em julho de 2017, a rede ferroviária francesa de alta velocidade chegou a 2.647 km além de 670 km estão em construção.

3 – Alemanha

O ICE (InterCity Express) é um trem de alta velocidade que conecta todas as principais cidades da Alemanha. Com velocidades de até 300 km h, esta é uma das formas mais rápidas de viajar entre cidades como Berlim, Hamburgo e Colônia. São 3500 km de linhas, entre as operacionais e as em construção.

2 – Espanha

O serviço ferroviário de alta velocidade na Espanha é operado pela Renfe, a empresa ferroviária nacional espanhola, a velocidades de até 310 km/h. Em agosto de 2017, o sistema AVE espanhol se tornou a rede mais longa da Europa com 3.240 km e a segunda maior do mundo.

1 – China

São 35.000 de trilhos de alta velocidade, e em um futuro próximo a grande malha deve ficar maior, com mais de 38 mil km. Em 2008, a abertura da linha de alta velocidade com 118 km entre Beijing e Tianjin, que coincidiu com os Jogos Olímpicos de 2008 em Pequim, marcou o início de um período frenético de expansão de trens de alta velocidade na China.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios