Mobilidade Urbana

Para evitar aglomeração em trem, passageiros na Argetina terão que reservar passagens

E operadora Ferrocarriles Argentinos Sociedad del Estado, comercialmente chamada de Trenes Argentinos, uma empresa estatal, lançou um aplicativo móvel chamado de “Reserve seu trem”, permitindo que trabalhadores de serviços essenciais com um certificado reservem um bilhete. Os passageiros também podem solicitar seus ingressos por telefone ou por meio online.

O governo introduziu uma exigência para que todos os passageiros reservem suas viagens, a fim de reduzir a aglomeração e permitir que trabalhadores essenciais viajem com segurança, mantendo o distanciamento social. As reservas vão valer para os horários de pico.

Após uma rígida quarentena de 80 dias, o governo acabou liberando ruas e parques em Buenos Aires recentemente. Mas, a administração pública pode voltar a endurecer as medidas em nosso país vizinho, que tenha sido considerado um caso de sucesso na America do sul. Nos últimos dias, imagens mostravam trens com aglomeração.

Nos últimos dias houve recorde de casos de contágio do novo coronavírus. Segundo o relatório do Ministério da Saúde argentino, mais de 800 pessoas morreram até agora de COVID-19, e o epicentro da doença é na Área Metropolitana de Buenos Aires (Amba), com mais de 12 mil casos. O país tem cerca de 44 milhões de habitantes.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios