Foto: Renato Lobo | Via Trolebus
Monotrilho

“Símbolo da má gestão pública” diz governo sobre o monotrilho da Linha 17-Ouro

Durante uma entrevista com sites especializados em mobilidade, na qual participou o Via Trolebus, o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, repercutiu uma fala em que o projeto do monotrilho da Linha 17-Ouro é o “símbolo da má gestão pública”.

As obras foram iniciadas em 2012, e são prometidas para serem entregues em 2022, portanto 10 anos após os inícios dos trabalhos.

“Desde que o governador João Doria foi eleito, ele registra muito que é um símbolo, não um símbolo da cidade de São Paulo, mas um símbolo nacional da má gestão pública. Não é uma fala direcionada ao fulano, nem de questões políticas. Mas de toda a gestão pública nacional” – disse o secretário.

Foto: Renato Lobo | Via Trolebus

Iniciadas em 2012, as construções tiveram uma série de contratempos e paralisações. Em março de 2019, o Metrô decidiu rescindir unilateralmente o contrato de construção do monotrilho. Com o fim do contrato, foi realizado uma nova concorrência.

Em 13 de janeiro de 2020, houve a assinatura do contrato com a Constran, empresa filha da UTC Engenharia, para as obras remanescentes, com previsão de término em 2022. Separadamente foi feita a compra por meio de uma licitação do material rodante e sistemas.

88% das estações concluídas

Baldy disse ainda durante a entrevista que as estações estão 88% concluídas, e que os maiores desafios são o pátio Água Espraiada e acabamento nas paradas.

Ajustes no projeto dos trens

A fabricante BYD, que vai fornecer 14 trens para o monotrilho da Linha 17-Ouro, deverá readequar seu projeto original para que o material rodante opere na linha que vai ligar o Aeroporto de Congonhas e a estação Morumbi. O motivo das mudanças é por conta das vigas, já instaladas prevendo trens da Scomi, que acabou falindo.

Baldy disse também que conversa com a BYD para que o trem cabeça de série, o primeiro fabricando, seja entregue antes de 18 meses. O secretário diz ainda que trabalha para que a obra seja entregue até o final de 2022. Nos próximos dias devem ser dadas as ordem de serviço para o desenvolvimento dos projetos.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Assinando um atestado de incompetência. Não sabe administrar ? Peça pra sair e dê o lugar à quem saiba. As últimas revelações da CCR oficializaram o q todos já sabiam.

  • De fato houve diversos erros na execução do projeto,mas esse pedaço de pau mandado do Doria não tem moral nenhuma para criticar nada, mau caráter e mentiroso, quem assistiu a Live com ele sabe do que estou falando.

Publicidade

Anúncios