Ônibus

O dia em que uma carreata de ônibus urbanos foi de São Paulo à Santiago no Chile

Quem já visitou Santiago, e gosta de reparar nas peculiaridades do transporte coletivo, pode reparar que grande parte dos ônibus que circulam na região metropolitana de Santiago são de carroceria brasileira, como a Caio e a Marcopolo.

Não faria o menor sentido entregar estes ônibus serem levados de navios, já que os dois países, que apesar de não fazerem fronteiras, são conectados por estradas.

E foi assim que ônibus urbanos saíram de estados como o de São Paulo e do Rio Grande do Sul, em direção à Santiago, atravessando a grande cordilheira dos andes. A viagem de Botucatu, onde está instalada a Caio, até Santiago no Chile, pode ser feita em torno de 40 horas, e percorrer mais de 3 mil quilômetros.

O caminho cruza a Argentina, e para transpor a imponente Cordilheira dos Andes, o comboio usou a Estrada de Los Caracoles: trecho incrível e cheio de curvas entre Santiago e Mendoza. Um trecho com 29 curvas sinuosas, bem fechadas e sem nenhum tipo de guard rail. A estrada de Los Caracoles fica do lado chileno e o zig-zag fascina motoristas de todos os cantos do mundo que se aventuram, dirigindo a 3.175 metros acima do nível do mar.

O trecho de Santiago a Mendoza, passando pela Estrada de Los Caracoles, tem um total de 362 km. Será uma viagem de aproximadamente 5h, passando por paisagens deslumbrantes e muitas atrações no meio do caminho.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios