Foto: Renato Lobo | Via Trolebus
Mobilidade Urbana

Governo do Estado quer antecipar feriado estadual para aumentar isolamento

O Governador de São Paulo, João Doria, em entrevista coletiva nesta segunda-feira, 18 de Maio de 2020, disse que vai pedir a câmara dos deputados, a antecipação do feriado do dia 9 de julho para o próximo dia 25 de maio, com previsão de ocorrer na próxima segunda-feira. Segundo o governador, a medida é uma tentativa de aumentar o isolamento social.

Neste domingo, o prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas, disse que enviaria à câmara a proposta de antecipação de dois feriados municipais, o de corpus christi e da consciência negra, como forma de tentar reduzir os deslocamentos.

Se forem aprovados, os dias escolhidos seriam nesta semana, sendo quarta e quinta-feira, e na sexta seria decretado ponto facultativo. Já na segunda, o feriado seria estadual, que também carece de aprovação dos deputados.

A taxa de isolamento social, tanto na capital paulista, quanto na média do estado vem ficando abaixo dos 50% em dias úteis, ao passo em que especialistas de saúde e de epidemiologia falam que o mínimo aceitável seria de 55%. No último domingo (17), no entanto, o índice ficou em 56% na cidade.

Sem perspectivas de lockdown

Em entrevista a Rádio CBN, o Governador João Doria voltou a dizer que há protocolos prontos para adoção de um lockdown, mas que ainda não há perspectiva de aplicar a medida.

“Dia a dia nós avaliamos a possibilidade do ‘lockdown’, mas é importante ressaltar que temos disponibilidade de leitos de UTI, temos hoje uma nova aquisição de respiradores”, disse o governador paulista.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • os caras ainda nao entenderam que metade da populaçao nao está ne aí para quarentena, que entao nao usar de força policial nao vai adiantar nada? nao sou a favor da repressao do estado, mas nesse caso nao tem outra soluçao, pois o povo que fura a quarentena alem de poder contaminar quem nao tem nada a ver, ainda superlota os hospitais.

Publicidade

Anúncios