CPTM

CPTM já projetou “trem especial” entre Guarulhos e Congonhas, paralelo à marginal

Imagine em uma cenário hipotético, um passageiro que desembarca no Aeroporto de Congonhas, e precisa se deslocar até o Aeroporto de Guarulhos para seguir sua viagem aérea. Se tudo correr como prevê o governo estadual, em 2022, este passageiro vai poder fazer seu deslocamento por meio do transporte sobre trilhos.

Mas, para percorrer o trecho, terá que utilizar ao menos quatro linhas, se der sorte e conseguir utilizar o Expresso Aeroporto partindo da Luz, por meio das linhas 17-Ouro, 5-Lilás, 1-Azul e 13-Jade.

Agora imagine um trem direto, sem paradas entre os dois entre os mais movimentados aeroportos Brasileiros. Este projeto foi imaginado pela CPTM, e contava em um relatório chamado “Modernização da malha da CPTM” do ano de 2003″, e o documento revela uma série de linhas que nunca saíram do papel.

O chamado “Trem Especial”, partia de Guarulhos até uma estação que ficaria em um Parque da Zona Leste. Depois o trem correria paralelo A Rodovia Ayrton Senna, a Marginal Tietê chegando até a Rodoviária do Tietê, e seguia até a Barra Funda. Em uma parada em Campo de Marte, partiria um ramal rumo a Congonhas, paralelo a Linha 1-Azul, até que em Paraíso, iria em direção ao Ibirapuera e depois chegaria até Congonhas:

Neste relatório não consta se a linha seria subterrânea ou em superfície. Neste relatório constava uma projeção de funcionamento do novo sistema em 2020.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios