Trem de Carga

Colômbia anula concessão da Ferrovia do Pacífico

A Agência Nacional de Infraestrutura da Colômbia anulou a concessão com a Pacífic Railway SAS (FDP) por quebra das obrigações contidas no contrato de concessão, além de obrigá-la a pagar mais de Pesos 97 bilhões (US $ 25 milhões), correspondentes aos danos causados.

O órgão estatal já havia acusado a operadora de não manter a ferrovia e reparar uma ponte sobre o rio El Bolo e impôs uma multa de 2,4 bilhões de pesos.

O eixo ferroviário com 380 km de extensão, liga o porto de Buenaventura, Cali e Saragoça, com um ramal em Zarzal a La Tebaida, e está em péssimas condições, com deslizamentos de terra em alguns locais. Está fora de serviço desde 7 de abril de 2017.

O contrato de concessão foi assinado em 18 de dezembro de 1998 e entrou em vigor em 14 de março de 2000. A concessão estava prevista para durar até 2030. O trecho de 118 km de Saragoça ao norte de La Felisa é operado pela Tren de Occidente-TDO e permanece operacional.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios