Foto: Eduardo Ganança
Monotrilho

Parte do pneu de monotrilho da Linha 15-Prata caiu em avenida da Zona Leste

A ocorrência envolvendo um pneu que estourou, e fez com que o Metrô de São Paulo manteve retidos 23 trens do monotrilho, teve outro ponto que até então era desconhecido: parte do equipamento caiu na Avenida Sapobemba, na região do Jardim Planalto, de acordo com informações do Diário do Transporte.

Segundo a publicação, parte do pneu da composição M20 que prestava serviços na linha 15-Prata, estourou por volta das 6h40 da quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020. Por conta da ocorrência, a linha está paralisada há quatro dias.

Já o Metrô de São Paulo, responsável pela operação, disse que “houve este caso pontual”, já que ao longo da viga-trilhos há “uma tela que recobre toda via”. Mas a tela em questão fica apenas do lado de dentro, entre a viga-trilho e a passarela de emergência.

Foto: Diário do Transporte

Peças já haviam caído no ano passado

No dia 28 de janeiro de 2019, os trens do monotrilho da Linha 15-Prata operavam com velocidade reduzida.  Segundo a TV Globo, tratou-se de uma queda de peças que sustentavam o equipamento que energiza os trens.  As peças se que se soltaram, caíram na Avenida Professor Luís Inácio de Anhaia Melo.

Foto: Sergio Mazzi

Por conta de incidente, a operação ficou prejudicada, e os monotrilhos operavam em apenas uma via. A outra via precisou ser interditada para a recolocação dos equipamentos.

 

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios