Foto: Renato Lobo
CPTM

CPTM anula contrato para viadutos de extensão da Linha 9 até Varginha

Foi publicado no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020, um extrato de rescisão de um contrato entre a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos – CPTM, e o Consórcio Verdebianco e WGV, para execução de obras de implantação de viadutos rodoviários para transposição da Linha 9 – Esmeralda da CPTM,
no trecho Grajaú – Varginha.

Trata-se do Lote 2, que foi rescindido o instrumento contratual em referência, nos termos do Artigo 78, inciso XIV da Lei 8.666/93.

A Linha 9-Esmeralda vai ganhar mais duas estações e a ferrovia deve crescer mais 4,5 quilômetros. Atualmente liga Osasco até Grajaú, e vai ter mais duas paradas: uma em Mendes – Vila Natal e outra em Varginha. A estimativa é de que mais 110 mil passageiros passem a utilizar a Linha 9-Esmeralda diariamente.

Obras de construção da Estação Varginha e do terminal de ônibus municipal

Promessa de uma década

Prometida na campanha do governo estadual em 2010, as construções foram iniciadas em 2013 e paralisadas três anos depois, no final de 2016. No dia 17 de abril de 2018, o ex-governador Márcio França autorizou o reinício das obras de extensão da Linha 9 – Esmeralda até Varginha, incluindo a construção de 4 (quatro) pontes rodoviárias acima da via férrea para permitir a transposição dos veículos e a readequação do viário na região.

Em janeiro deste ano, o Via Trolebus visitou as obras da estação Mendes – Vila Natal:

Recentemente, o governo federal repassou R$ 151,7 milhões do Ministério do Desenvolvimento Regional para os trabalhos.

Novos prazos

Agora fala-se em entregar Mendes-Vila Natal ainda neste ano, e o terminal da linha em 2021.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios