Foto: Governo do Estado de SP
Monotrilho

Por que o monotrilho da Linha 15-Prata apresenta tantas falhas?

O monotrilho da Linha 15-Prata é um sistema inédito no Brasil, usado ao transporte de passageiros de média e alta capacidade. Sua operação, no entanto, tem sido criticada por parte dos usuários por conta das constantes falhas.

Neste ano, completado seis dias, em todos eles o sistema de trens aéreos teve problemas, e a circulação ficou comprometida.

Já em 2019, segundo um levantamento da TV Globo, foram 27 dias com funcionamento em operação parcial. O caso mais grave foi de um acidente entre dois trens em uma área de manobra.

O que diz o Metrô?

Em um comunicado ao Via Trolebus, datado do mês de fevereiro de 2019, a empresa diz que “por ser o monotrilho um novo meio de transporte, inédito em São Paulo, a Linha 15- Prata tem apresentado complexidades em sua operação.”.

Empresa reafirma que segurança está preservada

“Vale ressaltar que nenhuma das falhas registradas recentemente, sejam as apresentadas pelo sistema de alimentação elétrica ou as originadas em equipamentos de via, trouxe riscos à segurança dos usuários”, diz o comunicado.

Desgaste natural

Na última falha onde a Linha 15 ficou cinco dias com problemas, o Metrô disse em um comunicado à imprensa que a estrutura do monotrilho, por ser concreto, precisava de um tempo de “cura”. Confira a nota:

“Durante a operação de quarta-feira (1), foram identificados alguns parafusos localizados nas proximidades de um equipamento de mudança de via que necessitavam de troca pelo desgaste natural. Como a fixação é em concreto, é necessário um tempo de “cura”. A decisão de não interromper a circulação de trens na quarta-feira, foi tomada para que os passageiros não ficassem totalmente sem o transporte público nos dias úteis e utilizar o final de semana para realização do reparo.”

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios