SPTrans

Contrato de obras do Corredor Leste Itaquera é rescindido pela prefeitura

A prefeitura de São Paulo rompeu contrato com uma empreiteira das obras do corredor de ônibus nas Avenidas Itaquera e Líder.

As obras começaram em 2013, e previam um eixo de transporte de 14 km de extensão, interligando os Terminais Vila Carrão e Itaquera, com início de operações em 2014.

A rescisão unilateral foi pela São Paulo Obras (SPObras), vinculada à Secretaria de Infraestrutura e Obras da prefeitura de São Paulo, e atinge o “Empreendimento 4“.  O motivo do rompimento é irregularidades na execução dos trabalhos, ou seja, os trabalhos não seguem no ritmo previsto.

Em maio de 2019, a gestão Bruno Covas (PSDB), já havia imitido um comunicado onde dizia que o consórcio contratado “não está conseguindo executar a obra”, motivo pelo qual o contrato será rescindido. Uma nova licitação será aberta para conclusão.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

1 comentário

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Esta vergonha de empresas que recebem e não concluem obras tem que acabar, qual a dificuldade de fazer um corredor de ônibus, e so quebrar o asfalto e concretar, precisa-se analisar com rigor empresas que apresentam orçamentos mentirosos para vencer a concorrência recebem não cumprem e o governo neva uma década para descredenciar.

Publicidade

Assuntos

Anúncios