VLT

Novo VLT em Sydney atrai 150.000 usuários nos dois primeiros dias de operação

Sydney ganhou uma nova linha de VLT com 12,7 km na região Sudeste. O projeto custou US$A 2,9 bilhões (US $ 1,9 bilhão) e o chamado Circular Quay para Randwick atraiu 150.000 usuários nos dois primeiros dias de operação, onde a entrada era gratuita.

A rota, incluindo a extensão L3 para Kinsgford, contará com 19 paradas do Circular Quay ao longo da George Street até a Estação Central, passando por Surry Hills até Moore Park.

Os serviços serão operados por uma frota de 60 VLTs de cinco carros produzidos pela Alstom do modelo Citadis X05, operando em pares acoplados. A tecnologia de fonte de alimentação será no nível do solo, permite uma operação livre de catenárias entre Bathurst Street e Circular Quay.

Controvérsia

O projeto não ficou isento de controvérsias, com o custo original do projeto de 2014 aumentando de US $ 1,6 bilhão para pelo menos US $ 2,9 bilhões após erros de cálculo. Outros custos não orçamentados foram incorridos com a resolução de uma reclamação contra o governo do estado sobre a parceira de construção com o consórcio Acciona, alegando “conduta enganosa ou enganosa” antes da assinatura dos contratos originais.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Anúncios