Trens Regionais

Ferrovia entre Santiago e Chillán, no Chile, vai ganhar seis novos trens

A Empresa de los Ferrocarriles del Estado – Grupo EFE anunciou a compra de seis novos trens de passageiros para substituir o material rodante antigo usado no serviço de longa distância entre a capital chilena, Santiago e Chillán.

Cada composição terá de quatro a cinco carros, com capacidade para pelo menos 250 passageiros. Os trens devem operar em uma ferrovia com bitola de 1 676 mm, sendo tracionadas por eletricidade a 3 kV DC. O Grupo EFE quer ainda que os trens contem com autonomia caso ocorra problemas de energia, sendo que as composições seriam tracionadas por motores a diesel.

A nova frota deve levar usuários a uma velocidade máxima de 160 km/h. Os vagões devem ter instalações para passageiros com mobilidade reduzida, portas USB, wi-fi, CFTV, ar condicionado e assentos reclináveis.

A medida se junta a outras tomadas pelo governo chileno, que incluem melhorias na via, e a redução do tempo de viagem entre as duas cidades.

Recentemente o presidente do Chile, Sebastian Piñera, lançou um novo programa chamado de “Chile On Rails”, com investimentos de US $ 5 bilhões, que inclui 25 projetos e 1 000 novos km de ferrovia.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!