TAV

Peru faz PPP para construir ferrovia de 323,7 km e trem a 200 km/h

O Peru anunciou uma Parceira Público-Privado – PPP para a construção de uma ferrovia de trafego misto, ou seja, trens cargueiros e de passageiros, com 323,7 km de extensão, ligando a capital Lima à cidade de Ica, no sul.

O anúncio foi feito pelo Ministério dos Transportes e Comunicações do Peru, e chamado o “Tren de la Costa” seguirá a Highway 1, a seção peruana da Rodovia Pan-Americana, ao longo da costa do Pacífico. Haverá conexão com o metrô de Lima em Lurín, ao sul da capital, propiciando a integração com Chilca, Ásia, Pisco e Ica.

Os trens poderão desenvolver velocidades de 200 km/h para o trafego de passageiros, percorrendo 44 km de túnel e outros 50 km de viadutos.

O projeto será licitado por meio da Agência Peruana para a Promoção do Investimento Privado (Proinversión). O operador ficará a cargo do projeto, construção, operação e manutenção de 30 anos com um valor estimado de US $ 3,26 bilhões.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Por que o Peru com uma economia muito menor do que a do Brasil, consegue planejar uma obra deste vulto, e nós não.

    Não entendo por que o Brasil, um país continental, não investe neste tipo de modal apesar de ter vários leitos ferroviários no Norte/Nordeste, Sul/Sudeste e Centro-Oeste.

    • Por um simples motivo, o brasileiro por burrice acha que eleger somente um presidente ira resolver os problemas do país em 4 anos, e na verdade quem decide na canetada a maioria das obras do país são os senadores e deputados que a maioria ainda ignora quando vota.

Publicidade

Assuntos

Anúncios