Metrô

Hyundai Rotem testa novo motor síncrono com ímã permanente

A Hyundai Rotem testa um novo conceito de motor ferroviário por meio de um sistema de tração de um equipamento síncrono de ímã permanente (PMSM). Trata-se de um motor elétrico cuja velocidade de rotação é proporcional à frequência da sua alimentação.

O componente pode ter o rotor constituído por um eletroímã ou constituído por imãs permanentes no caso de ser trifásico. Como o campo magnético do rotor é independente do campo magnético do estator, quando o campo magnético do rotor tenta se alinhar com o campo magnético girante do estator, o rotor adquire velocidade proporcional a frequência da alimentação do estator e acompanha o campo magnético girante estabelecido no mesmo, sendo por este motivo denominado síncrono. O aumento ou diminuição da carga não afeta sua velocidade. Se a carga ultrapassar os limites nominais do motor, este para definitivamente.

A empresa completou 6000 km de operações de teste com o projeto testado na Linha 6 de Seul. A fabricante começou a desenvolver sua tecnologia PMSM há três anos e, em 2016, assinou um memorando de entendimento conjunto de desenvolvimento de tecnologia (MOU) com a Seoul Transportation Corporation.

Em comparação com os motores de indução convencionais, o PMSM reduz o ruído em 10dB em baixas velocidades e 3dB em altas velocidades, enquanto o consumo de energia é reduzido em 31%.

Pode resultar em economia de 35,8 bilhões de dólares (US $ 30,1 milhões) em custos de energia e economia de 3,8 bilhões em custos de manutenção ao longo de 30 anos.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!