BRT Monotrilho

Secretário de Bolsonaro diz que governo federal está disposto a ajudar na Linha 18-Bronze

O Governo Federal deve ajudar na construção da Linha 18-Bronze, independente do meio de transporte que será escolhido para cobrir o trecho entre a estação Tamanduateí e São Bernardo do Campo, segundo informações do site Diário do Transporte.

O secretário Nacional de Mobilidade e Serviços Urbanos, Jean Carlo Pejo, em coletiva de imprensa nesta quarta-feira, 05 de junho se encontrou com prefeitos da região.

“Nós não temos nenhuma ingerência sobre a questão técnica que está sendo discutida pelo Estado sobre qual o modal que vai ser adotado. Pelas demandas daqui da região, seja modelo de monotrilho, seja modelo de VLT – Veículo Leve sobre Trilhos ou modelo de BRT (corredor de ônibus), está sendo estudado pelo Governo do Estado. Nós estaremos ouvindo as necessidades que o Governo do Estado tem e avaliar a melhor solução para o cidadão”, disse Pejo. O Governo do Estado deve divulgar sua decisão da escolha do modal nas próximas semanas.

O secretário Nacional de Mobilidade e Serviços Urbanos contou ainda que o programa Avança Cidades (nova versão do PAC), do Governo Federal, tem R$ 4 bilhões para investimentos em todo o País.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • Se haverá ajuda federal, então descartem logo a porcaria do BRT. Alegavam que o problema era dinheiro para desapropriações, pronto problema resolvido.

  • Se o governo optar pelo BRT ao invés do monotrilho vai ser um grande retrocesso e desrespeito com a população da grande São Paulo, afinal todo mundo sabe que o transporte sobre rodas não tem a mesma eficiência para uma metrópole com mais de 20 milhões de habitantes e com uma grande extensão territorial. Basta ver que em nenhuma grande cidade do mundo os governos adotam mais o BRT, pelo contrário estão substituindo pelo metrô ou VLT, veja o caso de Bogotá. Aqui em minha cidade Fortaleza adotaram esse sistema de BRT, mas não se vê muita diferença em relação ao que era antes em termos de velocidade e eficiência, ainda bem que o governo estadual daqui pelo menos está fazendo um esforço para implantar um pequeno trecho de metrô de 7,3 subterrâneo em um trecho bastante necessário, ainda que seja algo que se arrasta a anos a implantação do nosso metrô aos poucos vai sendo implantado. Espero um dia poder usufruir de uma mobilidade urbana melhor em nosso país!

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!