Monotrilho

Troca de monotrilho por BRT na Linha 18-Bronze pode parar na justiça, diz site

A troca do monotrilho na Linha 18-Bronze [Tamanduateí – Djalma Dutra] por um sistema de corredor de ônibus do tipo BRT – Bus Rapid Transit pode ir para a justiça, de acordo com uma publicação do Diário do Grande ABC.

O texto informa que representantes do Consórcio Vem ABC, que assinou uma Parceira Publico-Privada – PPP com o governo do estado para construção do meio de transporte que ligará São Paulo e São Bernardo do Campo,  estudam recorrer ao tribunal em caso de uma decisão unilateral por parte da administração estadual.

A ideia da troca da tecnologia vem sendo falada por representantes da secretária. O diretor-presidente do Consórcio Vem ABC, Maciel Paiva, disse “se houver (a rescisão)…tem de cobrar aquilo que de fato foi gasto durante esses anos posteriores à assinatura do contrato e também aquilo que…deixou de ganhar com a expectativa prevista inicialmente.”.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

comentários

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

  • O consórcio está certo, tem que colocar na justiça mesmo, essa canalhice de Doria e seus amiguinhos não pode passar impune. E se realmente optarem pelo BRT,tomara que essa porcaria jamais saia do papel.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!