VLT

Para minimizar acidentes, Amsterdã quer instalar sistema anticolisão em VLTs

Com o trânsito de Veículos Leves Sobre Trilhos – VLT circulando em ruas com grande fluxo de pedestre, os casos de incidentes e colisões são frequentes em várias partes do mundo. Nesta semana, por exemplo, um VLT colidiu com um táxi no Rio de Janeiro.

Com o objetivo de minimizar este tipo de ocorrência, a operadora de transportes da cidade de Amsterdã, a GVB, convocou propostas para o fornecimento de um sistema de alerta de colisão para sua frota de 155 bondes fabricados pela Siemens do modelo Combino.

A empresa prevê que câmeras ou sistemas de radar emitam um aviso sonoro e visual, caso houvesse risco de colisão com um pedestre na via ou um objeto na linha. A intenção é que a expansão da frota de Combino esteja concluída em meados de 2020.

A Caf deve fornecer outros 63 novos bondes que já devem contar com um sistema de advertência instalado como padrão.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Cadastre-se em nossa newsletter!