Foto: Renato Lobo
SPTrans

Corte no vale-transporte em SP faz passageiros mudarem trajetos, diz instituto

O corte no embarque do vale-transporte na cidade de São Paulo, de quatro para duas entradas, fez com que aumentasse em 41% o número de passagens pagas com o serviço, de acordo com uma pesquisa do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec).

No mês de março, o volume de passagens pagas com vale transporte aumentou 41% em relação ao mês anterior. No ano de 2018, esse aumento foi na ordem de 15%. O cenário mostra que passageiros estão pagando duas vezes para chegar ao destino.

Desde o dia 1º março, o passageiro que utiliza o vale-transporte pode realizar duas viagens em até três horas usando preço de uma tarifa. Anteriormente eram até quatro viagens em duas horas.

Outra constatação analisada pelo Idec foi que os trabalhadores estão mudando o trajeto por uma questão de economia. Já os passageiros que moram na periferia, na zona leste e sul, são os maiores afetados, segundo o instituto, uma vez que realizam trajetos mais longos.

Já a prefeitura afirma que não cabe ao município bancar os custos que, por lei, são de responsabilidade do empregador.

Sobre o autor do post

Renato Lobo

Paulistano, profissional de Marketing Digital, técnico em Transportes, Ciclista, apaixonado pelo tema da Mobilidade, é o criador do Portal Via Trolebus.

Comente!

Clique aqui para postar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Publicidade

Assuntos

Anúncios

Cadastre-se em nossa newsletter!